A Chevron iniciou suas atividades de exploração e produção de óleo e gás no Brasil em 1997, acompanhando a decisão do governo brasileiro de abrir as portas do setor de petróleo para investimentos privados. Hoje, a empresa detém participações na exploração e produção de três projetos em águas profundas no Brasil: como operadora no Campo Frade (51,74%) e como não-operadora nos Campos Papa-Terra e Maromba – todos na Bacia de Campos. Na Bacia do Ceará, a Chevron é operadora do bloco CE-M715 (50%), em parceria com a colombiana Ecopetrol.

O Campo Frade é o primeiro projeto de exploração e produção de petróleo da empresa no país. A Chevron Brasil Upstream Frade, afiliada da Chevron Corporation, opera e detém uma participação de 51,74% deste campo em parceria com a Petrobras (30%) e a Frade Japão Petróleo Ltda. (18,26%).

 A empresa tem ainda 37,5% de participação em Papa-Terra, campo operado pela Petrobras, cujo primeiro óleo está planejado para o terceiro trimestre de 2013. Mesmo sendo um parceiro não operacional, a experiência tecnológica da Chevron está sendo fundamental no desenvolvimento deste campo.

No Campo Maromba, a Chevron detém 30% de participação e a Petrobras 70%. O projeto está no estágio de avaliação e seleção de conceitos.